O que é a melatonina e qual sua função?

O que é a melatonina e qual sua função?

Sabe aqueles momentos em que seu sono vem fora de hora ou seu relógio biológico trabalha de forma desregulada? Pois é, estes são alguns sinais de que pode ter redução da melatonina no seu organismo e que as suas funções básicas estão comprometidas.

Ah, pera, é necessário explicar direito o que é a melatonina e qual sua função no corpo.

Hormônio naturalmente produzido dentro do organismo, a melatonina tem como função principal colaborar com o equilíbrio de atividades biológicas do corpo. Para quem sofre com deficiência dele, é possível fazer a suplementação e manter o ciclo circadiano funcionando da melhor forma.

Algumas situações provocam a redução desse hormônio no corpo e causam diversos transtornos.

Em outro momento, eu já expliquei aqui no blog quais são as frutas que ajudam a neutralizar a prisão de ventre e os benefícios do shitake. Desta vez quero destacar o que é a melatonina e qual a sua função no organismo.

Se você é novo por aqui, eu sou Karina Bertocco, especialista em culinária, com pós-graduação em nutrição e alimentação saudável. Além de escrever aqui no site, eu também tenho um canal no YouTube com diversos conteúdos especiais.

Entenda finalmente o que é a melatonina

A principal função da melatonina é regular o ciclo circadiano. Ou seja, manter o funcionamento correto do relógio interno para que o corpo entenda quando é dia ou noite e as atividades que ele precisa realizar a cada hora.

Graças a melatonina, várias funções biológicas se repetem no seu organismo mais ou menos a cada 24 horas. Durante a madrugada, por exemplo, a temperatura do corpo é baixada. Enquanto que pela manhã, a velocidade do metabolismo é aumentada.

Tudo isso é regulado pela melatonina e faz o corpo funcionar corretamente durante toda a vida.

Além disso, esse hormônio atua como antioxidante. Ou seja, a melatonina protege as células contra os radicais livres e seus efeitos, como o envelhecimento.

A melatonina é produzida pela glândula pineal e ocorre à noite. Isso porque ela só é acionada quando não existem mais estímulos luminosos.

Agora que você já sabe o que é a melatonina e algumas das suas funções, está na hora de falar dos seus benefícios e como consumi-la.

Você sabe quais são os alimentos mais saudáveis do planeta?

Benefícios da melatonina para o corpo

A seguir, vou falar um pouco sobre as principais vantagens da melatonina, tanto aquela que seu corpo produz, quanto aquela que você pode consumir como um suplemento. Veja!

Reduz a acidez do estômago

A melatonina ajuda a reduzir a produção do ácido do estômago. Isso é algo que contribui para diminuir a acidez, que pode causar azia e mal-estar.

Qualidade do sono

Se você quer ter uma boa noite de sono, pode contar com a melatonina. Vários estudos já mostraram que ela ajuda a tratar a insônia, possibilitando que o indivíduo durma melhor e tenha menos agito.

Ao mesmo tempo, este hormônio ajuda a dormir mais rápido. Então, você passa menos tempo rolando na cama até adormecer graças à melatonina.

Além disso, a melatonina contribui para aumentar o tempo de sono. Por isso, você acorda sozinho depois de completar o que seu corpo realmente precisa, em vez de pela inquietude.

Você já deve saber disso, mas dormir bem é fundamental! A privação de sono pode causar mal-estar, mau humor, falta de atenção e vários outros efeitos. Em mulheres que se tornaram mães recentemente, pode até acelerar o envelhecimento.

Melhora da depressão sazonal

A depressão sazonal é um transtorno que acontece durante o inverno. Além de grande tristeza, ele provoca dificuldade de concentração, falta de apetite e sono em excesso. 

A melatonina ajuda a combater o transtorno e evitar todos os seus efeitos para a vida das pessoas.

Por que evitar os alimentos ultraprocessados?

Melhora da imunidade

Como citei ao explicar o que é a melatonina, esse é um hormônio que tem ação antioxidante. Mais do que combater os radicais livres, essa característica ajuda a aumentar a imunidade do organismo.

Ou seja, ela deixa você mais forte e menos sujeito a doenças, desde as simples, como um resfriado, até aquelas relacionadas ao sistema nervoso, como o Alzheimer.

Protege a mucosa intestinal

Graças à melatonina, a mucosa do intestino é protegida enquanto realiza sua função de “quebrar” os alimentos ingeridos e absorvê-los.

Descubra quais frutas ajudam a prender o intestino!

Como consumir melatonina?

Até aqui, você já sabe o que é a melatonina e qual a sua função e benefícios. Mas como aproveitar todos os efeitos dela?

Bom, este é um hormônio produzido pelo próprio organismo. Então, é importante cuidar do corpo para garantir que realize suas funções de produção e reposição da melatonina.

Inclusive, existem alimentos que contribuem para a produção deste hormônio, como são os casos do arroz integral, laranja, espinafre e banana.

Porém, alguns fatores, como é o caso do envelhecimento, podem reduzir a capacidade do organismo repor esse hormônio, o que pode gerar uma série de consequências.

Por meio de uma consulta médica, o especialista pode recomendar uma suplementação de melatonina e acompanhar os efeitos desta ação em seu organismo. Jamais faça o consumo por conta própria, pois pode exagerar e ter efeito contrário.

Quer aprender a fazer queijo vegano? Clique aqui!

A melatonina pode provocar problemas?

Acima você viu o que é a melatonina e descobriu que o próprio organismo é responsável pela sua reposição. Porém, é comum ver pessoas fazendo a suplementação sem nenhum acompanhamento médico. Quais são os riscos desta atitude?

A melatonina produzida pelo corpo não costuma trazer problemas. Porém, seu consumo extra pode provocar efeitos colaterais. Por isso, é tão importante ter indicação médica.

Abaixo, listo os principais problemas que o excesso de melatonina pode trazer.

  • Sonolência durante o dia;
  • Enxaqueca;
  • Dor abdominal;
  • Falta de concentração;
  • Piora da depressão sazonal;
  • Diarreia;
  • Perda do apetite;
  • Irritabilidade e mau humor;
  • Confusão mental;
  • Fraqueza;
  • Pesadelos durante a noite;
  • Boca seca;
  • Problemas na pele, como dermatite, etc.

Inclusive, o suplemento não é indicado para alguns grupos: como mulheres grávidas ou amamentando. Tenha cuidado com o seu organismo!

Pronto! Agora você já sabe o que é a melatonina, seus efeitos e indicações. Lembre-se dos seus benefícios, mas também cuidado com seus efeitos colaterais de uma reposição sem necessidade.

Depois de conhecer melhor este hormônio, veja aqui os benefícios de consumir água com gás e saiba tudo sobre as blue zones.

Compartilhe com seus amigos!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *